quinta-feira, 22 de maio de 2008

Comemorando !!!


Olá amigos !!!! O Blog Theologos (conversas ao vento) está comemorando um ano de existência.

Neste período foram 65 posts com os mais diversos assuntos, geralmente com alguma relação com teologia. Foram 1361 Visitas e 2087 Pages Views.

Muitas vezes sinto-me em falta com meus eventuais leitores por não postar com mais assiduidade pela absoluta falta de tempo.

Porém espero continuar escrevendo com a mesma proposta que fiz quando iniciei este blog, com sinceridade e transparência, fazendo deste espaço um local para colocar e debater idéias e exteriorizar sentimento, despir a alma....

É isso, espero continuar com essa mesma determinação por muito tempo.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Igreja x Teologia

Qual a razão da Igreja ter tanto medo da Teologia?

Qual a razão de muitos pastores torcerem o nariz para qualquer membro que se disponha a estudar Teologia?

Qual a razão de ouvir discursos comparando a "produtividade" do teólogo com o evangelista?

Não é certo que cada indivíduo que aceita a Cristo como seu Redentor tem um chamado e uma função na Igreja?

Os que são chamados para serem Mestres, não devem ser aplicarem para cumprir o seu chamado, como diz as Escrituras???

O fato é que a maioria das Igrejas não conseguem entender a figura do Teólogo, e o mais engraçado é que ainda falam "Teólogo" com um sorriso de desprezo, como se afirmassem "grande coisa..." mas queiram ou não o sujeito que estudou quatro anos de teologia e se formou como Bacharel em Teologia é Teólogo sim, se é um teólogo qualificado isto depende da sua aplicação, mas este é o seu título, assim como quem se forma em biologia é biólogo, em contabilidade é contador, em Administração é administrador....

Mas o fato é que o tal teólogo ainda encontra barreiras e preconceitos dentro da Igreja, e o pior é isso, dentro da própria instituição da qual ele se aprimorou para poder servir melhor...

Abri mão de muita coisa para cursar Teologia, de finais de semana, da minha carreira dentro da instituição em que trabalho secularmente, passei noites mal dormidas, gastei muito comprando os melhores livros de teologia, gastei e gasto muito tempo lendo e procurando entender os teólogos mais relevantes da história, gasto muitas horas para preparar minhas aulas e muitas e muitas horas para preparar um sermão ou estudo bíblico, sempre faço de modo a dignificar o nome D'aquele que me chamou e para a vocação à qual me separou.

Estudo teologia a mais de cinco anos, e estou no início da minha formação, sei que ainda tenho um longo e duro caminho pela frente, mas faço e farei de tudo para combater o bom combate da forma em que fui chamado, para estudar, e ensinar teologia, pregar e formar um pensamento teológico relevante para o corpo de cristo, buscando o seu crescimento e edificação.

Este é o meu chamado, e não a homem na terra que fará eu mudar de rumo, só o farei se meu Mestre assim mandar.

Como teólogo meu campo de ação é a minha mesa, minha linha de frente são os livros, meu farol de orientação a Bíblia, o resultado do meu trabalho são meus textos e discursos, ensino e pregações.

Minhas marcas de batalha é uma hérnia de disco, uma "certa"obesidade, e fadiga mental, marcas estas que tenho que procurar minimizar se quiser continuar lutando....

Poucas ou ainda muito poucas pessoas entenderam o que estou dizendo, mas também já acostumei-me a ser um solitário, jogando conversas ao vento....

sábado, 3 de maio de 2008

Cristianismos (2)

Muitas vezes penso que o cristianismo como é elaborado hoje oferece mais dificuldades do que soluções.
Não oferecemos alternativas ou seguer sugestões para os grandes temas que afetam a humanidade, pouco falamos sobre a fome, exploração, descuido com a natureza, pobreza, política, etc,etc, etc...
Muitos irão alegar : "Mas o que podemos fazer ? somos apenas Igrejas...."
Eu diria, como ainda não fizemos nada sendo Igreja??
Não consigo ver a Igreja de Cristo, como uma entidade "parada", sem ação, olhando a sociedade trilhar seu caminho para a desgraça. Jesus sempre agia, seu exemplo é de ação, de ir ao encontro, de identificação com os problemas e com as pessoas. Assim também acontecia no AT, quando os profetas, tomados de divina ira, levantavam-se com uma mensagem vinda do Senhor, geralmente uma acusação contra os poderosos e governantes que deveriam conduzir o povo com diligência e justiça, contra o povo que com suas atitudes afastavam-se do correto caminho. Desta forma na Bíblia sempre vejo uma dualidade de preocupação, o espiritual e o material, nunca um em deprimento do outro, o judeu do AT não tinha esse dualismo de origem grega, que separa o físico do espiritual.
Hoje no entanto, elaboramos uma nova teologia, uma teologia do Deus para mim, criamos um Deus que existe somente para atender os meus desejos materiais, um deus do Hoje, o EU SOU, no sentido de infinito, de futuro, deixa de ser relevante, o mais importante agora é o DEUS É.
O que interessa agora é o Deus qeu eu faço mover com a minha fé, o Deus que dá um jeitinho... o que importa é o Deus que apesar de eu não estudar "faz com que eu passe na prova..."
Mas esse deus materialista pode ser facilmente esquecido, basta o progresso econômico atingir as pessoas, basta melhorar as condições de vida e assim teremos cada vez menos necessidade deste deus....
Mas apesar e talvez porcausa disto teremos cada vez mais sede de DEUS, mas talvez por não termos feito nada e por não agirmos, por não nos importarmos, talvez acabe sendo tarde de mais....