terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Leituras..... Recomendo.

Estou Lendo Bonhoeffer Pastor, Mártir, Profeta, Espião de Eric Metaxas, Ed. Mundo Cristão, 615 pg. Estava esperando ansioso por este livro aqui na província... incrível como os lançamentos demoram a chegar...Ganhei de presente de Natal do meu amigo secreto, que era minha sobrinha. Como estava querendo muito o livro comecei a ler no domingo mesmo, e não deixou nada a desejar, estou na página 100 e o livro realmente é fantástico, Bonhoeffer é um dos teólogos que sou fã de carteirinha. Recomendo muito este livro. 



Lí em  menos de dois dias o livro 3096 dias de Natascha Kampusch, ed. Versus, 223 pg. O livro narra em primeira pessoa o drama vivido por Natascha, menina que foi raptada em 1998, quando tinha 10 anos de idade e conseguiu fugir do cativeiro em 2006. O livro relata além do drama vivido pela autora, a forma como ela lidava com o convívio com seu algoz, e como ele forjou não somente as paredes físicas que a aprisionavam, mas também as psíquicas. Fica marcante a força que esta menina teve para lutar pela vida e pela sua saúde mental. 


sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal esperança e redenção.


Estamos passando a data que comemoramos o Natal, festejamos com nossos familiares, com nossos amigos, celebramos a data que para nós cristãos significa relembrarmos o nascimento de nosso salvador Jesus Cristo.
Muito já se falou da transformação desta data em apenas um dia de consumismo extremo, o comércio comemora essa data como uma das melhores do ano, não por seu significado religioso, mas sim por seu significado econômico.
Mas para nós cristãos como deve ser vivida essa data?
Claro que deve ser um momento de alegria e celebração, festividades, mas também um momento de reflexão.
Quando estava meditando nestes pontos achei interessante o Natal ser tão próximo da virada do ano..., Mas também é uma oportunidade.
Geralmente a chegado do fim do ano e a proximidade do ano novo nos leva a pensar no ano que passou e nos enche de esperanças para o ano que vai chegando.
E pensei que o natal também é isso, e olharmos para o que somos, o que fizemos e como agimos e ver no nascimento de Jesus a esperança e redenção.

Na Bíblia nos é relatado o nascimento de Jesus, Mateus nos relata o seu nascimento, a visita dos magos e a fuga para o Egito, Marcos já é mais sucinto relata a vida de Jesus a patir do seu batismo, Lucas relata até antes nos coloca na anunciação do nascimento de João Batista e de Jesus, e por fim João nos leva ao um período anterior, nos leva ao eterno, a um começo sem início, nos situa Jesus junto ao Pai: João 1.1 “No começo aquele que é a Palavra já existia, Ele estava com Deus e era Deus”.
Na época em que Jesus nasceu, havia uma grande expectativa no ar, a tempos os Judeus esperavam o Messias, o grade Rei, aquele que iria livrar-los do julgo dos romanos, das grandes dificuldades que passavam, esperavam aquele que iria lhes devolver a glória passada. Para eles era muito difícil servirem a YAHWEH, que era soberano que os tinha como seu povo e estarem sobre as ordens de uma outra nação, que adorava ídolos, deuses e homens, que tinham o seu próprio Rei-Deus, uma vez que os césares tinham o status de divindade.
Mas estas expectativas foram contrariadas no nascimento de Jesus.
Texto : Lucas 2: 1-20 – O Nascimento de Jesus e a visita dos pastores.
É neste contexto que Jesus nasce, num lugar humilde, sem pompas, anunciados a pastores ( que normalmente não eram pessoas de muita importância na ordem social de Israel) mas a mensagem que estes recebem é muito significativa : Nasceu hoje um Salvador, que é Cristo-Senhor.”
Neste momento é anunciada de forma simples, a esperança para o povo e a redenção para o homem.
No Dicionário Aurélio redenção significa
Ato ou efeito de remir ou redimir.
2.Ajuda ou recurso capaz de livrar ou salvar alguém de situação aflitiva ou perigosa.

3.Rel. A salvação oferecida por Jesus Cristo na cruz, com ênfase no aspecto de libertação da escravidão do pecado.
Desta forma o fato histórico do nascimento de Jesus, torna-se uma fato atemporal, ou seja, eterno, a simbologia e o significado no Natal está em podermos nos apropriar da esperança e da redenção.
Assim como na época em que nasceu Jesus, hoje também temos a necessidade da esperança, esperança em um mundo melhor, esperança em uma vida melhor e na esperança de sermos pessoas melhores... Necessitamos sim da redenção que é apontada no nascimento de Jesus e consumada na Cruz, necessitamos dela a cada dia, é somente através desta redenção que podemos ter esperança no amanhã e em nós mesmos.
É então com a mesma humildade do nascimento de Jesus que devemos fazer do natal um momento de reflexão em nossas vidas, Jesus na manjedoura acena com a possibilidade da salvação do homem, da sua redenção e é através disso que podemos olhar para o amanhã com esperança renovada, a esperança de que somos perdoados e aceitos por Cristo, esperança que Jesus está sempre com a mão aberta para nos resgatar, que apesar de todos nossos erros, falhas, mesquinharias, de sermos tão maus, aquela criança em Belém assim mesmo acredita que podemos mudar, nos oferece esperança, esperança não em sistemas políticos, religiosos ou econômicos, mas oferece esperança em nós mesmos.
Tão importante quanto crer em Jesus, é entendermos que Jesus crê em nós, por isso morreu na cruz, morreu por nós.

Missões para o Séc. XXI


"Mais que tudo, a principal carência que se faz hoje é da Palavra de Vida, da Palavra de Amor, de Compreensão e de redenção. Essa palavra Jesus trouxe, junto aos excluídos é que podemos encontra-lo nas páginas do Evangelho.
E o que temos que entender é esta forma de alcançar paises que estão solapados pela volúpia do mercado financeiro mundial, povos oprimidos por governos déspotas e corruptos, povos em que a carência é tanta que ficamos constrangidos de falar do amor de Deus, pois amor é uma coisa que nunca tiveram, em que a violência é algo de cotidiano.
 O planejamento em missões deve levar em conta a necessidade da “conversão” dos sistemas 
sociais injustos e opressores, um exemplo a ser seguido é o que tem acontecido na Índia, onde 
junto com a mensagem cristã, o agir consolida a compaixão."

Texto do Artigo : 
Missões no Século XXI, perspectiva e ações.[1], Roberto Rohregger.


[1] Artigo elaborado como trabalho de conclusão de curso para o programa de pós-graduação em Teologia do Novo Testamento Aplicada, Faculdade Teológica  Batista do Paraná - FTBP

Leituras....Bauman

Estou lendo o livro 44 cartas do mundo líquido moderno, de Zygmunt Bauman, 226 p. Ed. Zahar. Bauman é de longe um dos maiores sociólogos vivos, e talvez de todos os tempos. Sua análise do mundo contemporâneo é clara, consistente e descortina um mundo além daquele que nos é apresentado cotidianamente, avaliando as implicações das relações e exigências da sociedade moderna. Neste livro em especial brinda-nos com pequenos textos, porém longe de superficiais, análises sobre questões vitais tais como a solidão em um mundo conectado, a criação de filhos, sexo virtual, a geração Y e outros, saliento entre estes o maravilhoso texto "os gastos dos adolescentes", leitura para re-significar nossos mundos.

"[...] o destino determina as opções, mas o caráter faz as escolhas."  BAUMAN, p.56, 2010

Por que comemoro o Natal.


Este é um texto antigo meu que eu acho interessante reler nesta época do ano, afinal as velhas "questões" volte e meia ressuscitam... 


Hoje está se criando uma doutrina em algumas igrejas em que não se deve celebrar o Natal, porque era uma festa pagã, porque não se sabe exatamente em que dia e mês nasceu Jesus, e porque sei lá o que mais...

Para mim o Natal sempre teve apenas um significado, ( e isto desde a época que era católico...), o nascimento de Jesus. Após convertido, essa data passou a ter um significado maior, era da data em que comemorava-se o nascimento do meu Redentor, Aquele que morreu pelos meus pecados, é a data em que lembro que Deus, fez-se homem, o Todo-Poderoso criador dos céus e da terra, nasceu e habitou entre nós.

Vejamos inicialmente algumas definições da palavra Natal:

Natal : adj. – 1. onde ocorreu o nascimento. 2. relativo ao nascimento. 3. ( inicial maiúscula.) dia do nascimento de Cristo – natalino. Adjetivo


Dicionário Houaiss . Org. Antônio Houaiss – Ed. Objetiva. 2001 – 1ª Ed. Rio de Janeiro – RJ.


Natal : Adj. 1. Relativo ao nascimento. 2. Onde ocorreu o nascimento. 3. Dia do nascimento. 4. Dia em que se comemora o nascimento de Cristo (25 de dezembro).

Dicionário Aurélio – Ed. Nova Fronteira – 1998 – São Paulo – SP.

Hoje a data em que se comemora o nascimento de Jesus, deve servir para meditarmos na Palavra de Deus, de pensarmos se estamos sendo humildes e simples como o nosso Mestre, e para evangelizarmos.


Sabemos que o mundo de uma forma geral celebra o natal comercial, a oportunidade de aumentar as vendas, a oportunidade de ganhar alguma coisa, de bebedeiras e excesso de comidas...


Mas porque o mundo pensa assim devemos deixa-los a sua sorte? Devemos abandona-los? Retirar-nos cabisbaixos dizendo não temos nada a comemorar?


NÃO !!!! Temos muito o que comemorar, o Redentor do mundo nasceu...., Deus comemorou, a estrela de Belém, ficava anunciando este fato, e os reis magos, alegraram-se, prepararam-se e levaram presentes para o Salvador.


Muitos afirmam : “ O Natal não importa...” , pra mim estão dizendo “ O Nascimento não importa...”, sem nascimento não haveria a morte !!!


Se o nascimento ( o natalício ) não fosse importante não seria mencionado na Bíblia :


Mateus 2.1-2 “1.Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, em dias do rei Herodes, eis que vieram uns magos do Oriente a Jerusalém. 2. E perguntavam; Onde está o recém-nascido Rei dos Judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos para adora-lo”


Lucas 2.8- 14 “Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o se rebanho durante as vigílias da noite. 9. E um anjo do Senhor desceu onde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles e ficaram tomados de grande temor . 10 O anjo, porém lhes disse: Não temas: eis aqui vos trago boas novas de grande alegria, que o será para todo o povo. 11 é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, que é Cristo, o Senhor. 12 E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e ditada em manjedoura.

13 E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo:


14 Glória a Deus nas maiores alturas,

e paz na terra ente os homens, a quem

ele quer bem. “


Pastores, Reis Magos, Anjos, todos estavam comemorando o nascimento de Jesus.


Quanto a data ( o dia, ou mês) vejamos o que diz Champlin:


“A primeira evidência histórica de que dispomos para a celebração do dia do nascimento de Cristo nos chega da época de Hipólito, bispo de Roma, na primeira metade do séc. III D. C A princípio, ele escolheu a data de 2 de janeiro como dia dessa celebração. Outros escolheram datas como 20 de maio, 18 ou 19 de abril, e 25 ou 28 de março. Antes disso , por algum tempo 6 de janeiro fora observado como a data do nascimento espiritual de Cristo, ou seja, como a data em que ele foi batizado por João Batista. (...)O mundo pagão celebrava a festa de Dionísio neste dia, uma celebração associada a duração maior dos dias. (...); entre os anos de 325 e 354 D. C a festa do Natal foi transferida para o dia 25 de dezembro.


Razões da Celebração a 25 de Dezembro.

Alguns supõe que foi o imperador Constantino quem estabeleceu o dia do Natal a 25 de dezembro, para substituir a festa pagã em hora ao sol. Nesse caso o Sol toma lugar do sol, o que se reveste de certa lógica, porquanto Ele é a Luz do mundo(...). Por conseguinte talvez tenha sido próprio para o império romano substituir uma festa pagã por uma celebração que tinha mais sentido para os cristãos do que a celebração das meras forças da natureza. (...)[1]


É como se o governo brasileiro substituísse o Carnaval ( a festa da carne ), por um desfile em reverência a Jesus ( uma festa do espírito.), e para lembrar que ao invés da festa carnal que o povo fazia antes, hoje fazemos uma festa à Deus, manteve-se a mesma data. Isso seria ruim? Você acharia isso mal e não participaria?


Amados, vamos celebrar ao nascimento de Jesus, o Redentor que nos libertou da Lei, não vamos procurar “novas leis”, não vamos deixar o “mundo” acabar com está celebração. Ao invés de ficarmos reclamando de que está data virou uma data do consumismo, vamos resgatar o verdadeiro sentido do Natal : ”Glória a Deus nas maiores alturas,e paz na terra ente os homens, a quem ele quer bem”. Não vamos “fugir” e entregarmos está data definitivamente ao inimigo, para ele seria muito melhor que ninguém comemorasse o nascimento do Redentor, que todos esquecessem está data, e pior, que lhe devolvêssemos esta data.


A Paz de Cristo.


Roberto Rohregger

[1] Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia. Vl 04 – R. N. Champlin, Phd. D. - Ed. Hagnos. 5ª Ed. – 2001 – São Paulo – SP

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Para um outro mundo possivel....

Engana-se quem acha que a demonstração da evolução do ser humano se dá pela sua capacidade técnico-científica. 

A verdadeira demonstração de superioridade evolutiva da humanidade se dá através do aprimoramento dos conceitos éticos e da concepção de transcendência da vida. 

O homem evoluído terá nestes parâmetros as suas diretrizes para o bem viver. 

Tá difícil.....

Você consegue identificar de qual grupo religioso é o "culto" abaixo?  Sinceramente isso já virou piada faz tempo...


Que manto é este!!! por GenizahVirtual_Humor

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Cristãos Ignorantes... No mínimo...

Os cristãos, se é que podemos chamar assim esse povo que nem sabe mais quem é Cristo e quais são as principais doutrinas do cristianismo, está cada vez mais ignorante, para não usar um palavreado mais chulo, que realmente tenho  vontade...Tenho profunda vergonha do que estes ignóbeis estão fazendo com o cristianismo.... é nestes momentos que creio profundamente na Justiça Divina e no Inferno... é onde estes estão condenados a passar a eternidade... nos últimos tempos tenho sentido um pouquinho daquilo que Cristo sentiu ao ver os vendilhões do templo... povo cada vez mais ignorante e hedonista sendo manipulado, usado e abusado por lobos... Não sei de quem tenho mais raiva.... Vergonha... vergonha e revolta.  Veja o vídeo abaixo e matéria completa no Genizah
Povo ignorante.



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

domingo, 20 de novembro de 2011

Cristianismo hedonista....


Trocamos a transcendência pelo aqui e agora...Pelo menos é o que me parece, o Evangelho pregado hoje é para o aqui e o agora, a vida eterna ficou no esquecimento... 

Até algum tempo atrás o crente vivia o hoje com os olhos na eternidade, ou seja o agora é transitório, o que importa é a esperança futura, a vida eterna com Cristo e a sua Igreja na glória... Hoje se deve viver como se a eternidade já estivesse sido alcançada, não há mais nada além, para que a esperança no futuro, se podemos ter uma vida cheia de bençãos agora? Se podemos viver um hedonismo baseado em um cristianismo egocêntrico? 

Por que mesmo a morte de Cristo na Cruz? 

Háaa sim, lembrei,  para que eu pudesse desfrutar hoje de um carro importado e uma casa com piscina... Amém e Aleluias... O problema é que neste Evangelho capenga se esquece que a vida aqui neste planetinha acaba... apesar de muitas igrejas parecerem ignorar isto, as pessoas, inclusive os crentes, MORREM... 

E chegará a hora que todos estaremos diante de Deus e apresentaremos nossas obras... Infelizmente esta mensagem está cada vez mais em desuso... 

Créditos :

I Pedro e o cristianismo do século XXI


Uma teologia que ignora a dor e o sofrimento e que esta faz parte da vida, inclusive da vida dos cristãos é uma teologia rasa. Pedro nos mostra que os aparentes paradoxos, ocorrem na vida cristão e muitas vezes são necessários,como elemento transitório que nos apresenta uma razão maior. 
Quando o cristão entende que a maior benção que ele poderia almejar já foi conquistada na Cruz, ou seja a redenção o ser humano com Deus através de Cristo, ele passaria entender que as demais bençãos são "Graça acessória" e que se Deus conceder é graça imerecida, assim como a salvação, então amém e se Deus não conceder, também como graça imerecida, amém. 
Quando olhamos boa parte da igreja na atualidade se rendendo ao canto da teologia da prosperidade, confissão positiva e outras aberrações teológicas, minimiza-se a mensagem da cruz, trocando o olhar para a eternidade pelo olhar ao materialismo presente. Troca-se a mensagem principal pela periférica, bençãos materiais para o cristão deveria ser acessório que pode ser dispensado não a roupagem principal da mensagem cristã. 
Este ufanismo cristão ignora o sofrer de Cristo, o sofrer dos discípulos quando pregavam a mensagem do Evangelho, ignoram o sofrer dos primeiros cristãos perseguidos pelo Império Romano, jogados aos leões na arena, mortos ao fio da espada e servindo como tochas para iluminar o jardim do imperador...
Os "pastores" deste Evangelho que propaga que todo o cristão tem de ter vitória total, olhando pelo prisma, e forma, da sociedade consumista e materialista, ofendem e desrespeitam todos estes cristãos que morreram e sofreram por Cristo, inclusive ignoram e desrespeitam o próprio Cristo, que morreu no madeiro junto com ladrões, esquecem que Jesus foi humilhado e envergonhado, surrado e até reclamou de não ter um local digno para descançar... Sua vitória não é pelos padrões deste mundo, o apóstolo já nos oriente "não vós conformeis com este mundo", isto é, não adquiram a forma deste mundo, e o que estamos fazendo quando se prega um evangelho materialista? Focado em obter dinheiro e bens materiais para o nosso deleite hedonista??? 
Que evangelho é esse que prega que na vida não tereis aflições??? que não devemos vencer o mundo ??? Mas aceitarmos e nos conformár-nos a este mundo???
Creio que Pedro atualmente escreveria uma carta muito mais contundente que a que escreveu naquele tempo.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Livre árbitro e Predestinação...

Ótima explanação do Pr. Augusto Nicodemus sobre a questão da predestinação e do livre arbítrio. Quem já não teve a "tentação" de querer explicar como funciona o livre arbitro e a soberania de Deus? Eu já rsrsr... inclusive foi minha tese de graduação.... Ainda bem que quanto mais estudamos mais sabemos... que nada sabemos, como diria o filósofo. Abaixo o vídeo. 

 

O Verdadeiro Cristianismo...

Entre tantas brigas, heresias e cafajestagens entre grandes corporações transvestidas de igrejas, aliadas a tantos movimentos insignificantes para a propagação do Evangelho, acontece uma pequena, mas importante ação de Cristãos dispostos a mudar o mundo e apresentar um evangelho que acolhe o pecador, como um dia acolheu a mim, que apesar dos pesares continuo pecador... lutando contra o pecado, acolhido pela misericordiosa  Graça de Deus. 

Durante a Parada da Diversidade em Curitiba estes Servos de Cristo se dispuseram a servir aos participantes da parada, levando a opção de saciar sua sede física e espiritual, sem cobranças e nem julgamento apenas levando a Palavra de Deus, que ama a todos sem distinção. 

Como ouvirão se não há quem fale? 

Estavam lá alguns alunos do Seminário Betânia, aos quais me sinto honrado em dar aulas, e dos quais aprendi muito também. Parabéns meus irmãos, que a demonstração do amor de Deus através da vida de vocês frutifique, primeiro entre os próprios cristãos e depois para todos aqueles que tem sede da água viva.  Se alguém disser que vocês estão propagando um novo cristianismo, não acreditem, vocês estão propagando um Cristianismo de 2.000 anos atrás. 

Soli Deo Gloria. 

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Mundo Gospi.....

Fantástico, neste domingo tivemos o sujo falando do mal lavado..... Quem assistiu o Domingo Espetacular na Record entendeu...... Isso está virando uma grande palhaçada...  repetindo o que lí em um site sobre a notícia:


Tem bobo para enriquecer dez gerações de falsos profetas.

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/#ixzz1diYndjNX


domingo, 13 de novembro de 2011

Heresias atuais, o antropocentrismo.


Atualmente penso que o maior problema não é com relação a grupos que negam a divindade de Cristo, sim, ainda há alguns que seguem por este caminho, mas são mais fáceis de se identificar e apontar suas heresias.

Hoje penso que a principal heresia que está destruindo a igreja não é com relação a divindade de Jesus, a grande maioria afirma que Jesus é Deus. Porém o que de fato está se fazendo é apesar de reconhecer que Jesus é Deus, esta teologia não é mais Cristocêntrica,mas antropocêntrica. 

Isto é, uma teologia utilitarista, em que o que mais interessa ao fiel é o que Deus pode fazer por ele, em termos da materialidade, e não de colocar-me como Servo daquele que é meu Senhor e Salvador. 

O que muitos pregadores apresentam é uma teologia de barganha, a reinstituição do sacrifício, claro que agora contextualizado, não é mais necessário trazer o cordeiro, mas pode-se provar a sua fé mediante o sacrifício do suas posses, e desta forma "obrigar" a Deus ter de abençoá-lo. 

Esta forma de ensino enganoso e deturpado tem levado milhares, e bem possivelmente milhões de pessoas ao engano. Movidos por uma teologia, firmada em uma exegese rala e distorcida ao bel prazer do interlocutor, destruindo a sã doutrina pregada pelos apóstolos (os verdadeiros, para deixar bem claro).

Aceitar a Cristo como meu salvador, significa também uma reinterpretação da existência e de minha vida, aceitar a Cristo como meu salvador é aceitá-lo como meu Senhor, e não ao contrário, não sou eu que determino nada é Cristo que determina agora o meu viver. 

Uma teologia que atende aos desejos naturais do homem não é uma teologia Bíblica, mesmo que seja feita com citações do texto bíblico, Satanás tentou a Jesus usando textos das Escrituras. 

Aceitar verdadeiramente a Cristo é juntar tesouros no céu, onde a traça não pode corroer. Muitos tem sido os que são enganados levando sacrifícios a Mamon, achando que estão servindo verdadeiramente a Jesus Cristo. 

Não podemos servir a dois Senhores, este evangelho utilitarista e materialista tem de acabar, estes pregadores da falsa prosperidade tem de ser confrontados com a verdade, e triste é, para aqueles que um dia foram pastores da Igreja de Cristo, que conheciam a verdade e olhando para os acenos deste século atenderam a este canto sedutor e agora chafurdam no erro. 

Que Deus sempre nos oriente e que possamos prosseguir na verdade e na Graça de Cristo. 
  

sábado, 12 de novembro de 2011

Dignidade da vida humana.

A relativização do conceito de vida humana (em qualquer fase da mesma) e a tentativa de separação conceitual entre pessoa e pessoa humana ou qualquer outra vertente que objetive a manipulação de embriões humanos para pesquisas ou qualquer outro fim é uma afronta ao cristianismo. Neste caso concordo com a posição do Papa Bento XVI. Pena que a igreja evangélica não seja tão contundente neste assunto. 

Fonte : Estado de São Paulo

Papa reitera oposição ao uso de células embrionárias

12 de novembro de 2011 | 15h 10
O Papa Bento XVI reiterou hoje sua oposição às pesquisas com células embrionárias e afirmou que destruir embriões é "moralmente errado", independentemente dos benefícios dos tratamentos resultantes. "A destruição de mesmo que seja uma única vida humana jamais pode se justificar pelo benefício que venha possivelmente causar a outra", disse o Papa.
O comentário foi feito durante encontro sobre o tema, promovido pelo Departamento de Cultura do Vaticano e por uma pequena empresa americana de biotecnologia, a NeoStem Inc. A Igreja defende que a vida começa na concepção. Portanto, o Vaticano é contrário ao uso de células embrionárias, porque o processo envolve a destruição de embriões, mas não se opõe a tratamentos com células-tronco adultas. As informações são da Associated Press. 

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Leituras em andamento....

Ando lendo muita coisa ao mesmo tempo.... vamos ver se termino alguma coisa, segue a lista :


Criação Imperfeita de Marcelo Gleiser, 345 pg. Ed. Record.


Cristianismo na América Latina, uma história de Ondina E. Gonzalez e Justo L. Gonzales, 470 pg. Ed. Vida Nova.


Venha o Teu Reino (vários autores) 552 pg, Ed. Jocum.


Quem Jesus foi, Quem Jesus não foi de Bart D. Ehrman 364 pg Ed. Ediouro.

O empobrecimento do Cristianismo...

Fato constatado : Os cristãos estão cada vez mais alienados, e não digo alienados com relação ao mundo que nos cerca, mas com relação ao próprio cristianismo. 

Uma parcela significativa de cristãos desconhecem os rudimentos da fé que professam. Poucos são os que  lêem  a Bíblia, os que lêem e compreendem então....

Vejo e ouço relatos de jovens que frequentam igrejas a muito tempo praticamente crentes de berço, que se perdem ao procurar livros na Bíblia, demonstrando a completa falta de intimidade com tal material. 

A completa falta de uma disciplina espiritual voluntária, ou seja desejada pelo próprio indivíduo, de estudar a Palavra de Deus, é notória. 

Esta falta de compromisso do cristão em seu desenvolvimento espiritual é preocupante. 

domingo, 6 de novembro de 2011

Watson e o futuro... presente.

Existem situações, inventos e descobertas que colocam o ser humano em novas concepções e a humanidade em novas situações. Olho o Watson com um misto de admiração e medo....E aquela insistente pergunta não sai  da minha cabeça... Apesar de podermos, devemos?

Já não vivo mais eu mas,....Será?


Atualmente a mensagem cristã tem sido minimizada para não chocar ao homem da sociedade moderna, onde está centrado na satisfação de seus desejos em uma cultura do entretenimento, desta forma para este público a mensagem dos Evangelhos tem sido "relativizada" para não entrar em conflito com estes interesses. 

Fomos sim libertos da escravatura do pecado para vivermos para Glorificarmos a Deus, transformando-nos em sacrifício vivos. Mas o máximo que este cidadão pós moderno está disposto a fazer em sacrifício a Cristo é ir ao culto no domingo a noite, onde espera muito mais ser abençoado do que abençoar... Ou quantos vão no culto dominical com o firme propósito de abençoar alguém? 

Costumo questionar o que mais queremos de Deus que ele já não tenha nos dado através do sacrifício de Cristo na cruz? Podemos desejar uma benção maior que esta? Qual é o nosso compromisso com essa mensagem? 

Onde está o nosso coração? Se não tenho convicção naquilo que professo, meu compromisso vai ser limitado.... Talvez seja hora de repensarmos nossos valores, nossas pregações e a forma como conduzimos nossas vidas... A principal mensagem é aquela que demonstramos com nosso viver, e talvez a mensagem que a nossa vida esteja passando seja de outro evangelho e não o proferido por Jesus. 

Você conseguiria terminar VERDADEIRAMENTE a frase do título deste post?

A esquecida mensagem da cruz....


Infelizmente o que vemos hoje é um afastamento da verdadeira mensagem cristã, o pecado do homem e a necessidade arrependimento e de aceitar Cristo como seu redentor. 

Em várias igrejas o nome de jesus, quando se fala em jesus,  tem sido usado para propagar uma teologia profundamente voltada para valores materiais. 

A mensagem da cruz tem sido negligenciada e praticamente abandonada, substituída por Shows visando a massagear o alter-ego dos participantes, e partilhar "formulas" para atingir o sucesso financeiro. 

Cultos que mais parecem fundamentados no Antigo Testamento, de onde saem a maioria dos poucos versículos bíblicos citados totalmente fora do contexto, visando a incentivar e promover "sacrifícios" para obter de Deus "favores" especiais. 

Este quadro é muito triste e desalentador.

Cabe as igrejas compromissadas com o verdadeiro Evangelho a ser as muralhas de resistência contra estas formulas de crescimento rápido e sem qualidade e principalmente sem Cristo. 

Devemos retomar a pregação da mensagem da Cruz, simples e pura, a mensagem que dá vida, que redime e que nos re-liga a Deus. A mensagem que nos faz olhar o quão desprovidos somos de justificativas diate de Deus, a mensagem que nos mostre do que verdadeiramente o ser humano necessita, a mensagem que nos confronta, que nos incomoda, mas que traz liberdade e salvação. 

Que Deus tenha piedade daqueles que ousaram substituir a mensagem da Cruz, levando muitos ao engano e a perdição, que possam verdadeiramente se arrependerem e se voltarem a Cristo. 

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Muuiiiito Cansado........Socorro....

Ontem, corrigindo trabalhos, hoje preparando aulas para as matérias de Ética Cristã e Seitas, amanhã ministrando aulas no ITBT, quinta, estudo no grupo familiar e preparar aulas de Cosmovisão Cristã e Religiões, Sexta ministrar aulas no SEMIBC, sábado finalizar palestra para Casais, sábado a noite ministrar palestra para casais na Igreja de Deus, Domingo estudar o módulo sobre a Epístola de Hebreus e entregar as tarefas da pós em Teologia do Novo Testamento Aplicada,  tudo isso permeado por magnificas 8 horas de trabalho secular.....Preciso de um dia com 32 horas... E ainda quero um pouco de lazer rsrsrs... 

domingo, 23 de outubro de 2011

Leituras de final de semana.....

Final de Semana Cheio... 


Venha o Teu Reino - Ed. Jocum. 553 pgs. (Excelente obra. recomendo) 


Cristianismo na America Latina, uma história. de Ondina E. Gonzales & Justo L. Gonzalez, Ed. Vida Nova, 464 pgs.  (recomento para aqueles que querem conhecer um pouco da "evangelização" na AL.)


Quem Jesus foi? Quem Jesus não foi? - Bart D. Ehrman.Ed. Ediouro. 366 pgs. Polêmico Teólogo e professor, livro polêmico,  utiliza a abordagem histórico-crítica da Bíblia , recomendo para aqueles acima do terceiro ano de teologia rsrsr...


A Hermeneutica do Sujeito, Michael Foucault, Resumo de aula 20 janeiro de 1982, proferida no Collége de France - Ótimo texto, pretendo aprofundar neste estudo. 


Tudo isso ao som de Bach, Cantata 140 Magnificat, fabuloso.


Agora vou trabalhar meu artigo para a pós e preparar o estudo para o grupo de casais no próximo sábado.


Pode-se chamar de trabalho o que lhe dá profunda satisfação e alegria? 


Vamos ver se sobra um tempinho para jogar GT 5 no play.... Tb sou gente né rsrsrs.

Esquema de aula : Ética na economia.


Líderes, ídolos de carne e osso....



O que vemos hoje não são mais igrejas fundadas em torno de Cristo, mas sim oriundas de um lider carismático, nós evangélicos criticamos a idolatria a ídolos de pedra, porém criamos para nós ídolos de carne e osso, não sei de fato o que é pior.

Infelizmente observamos uma "guerra" entre igrejas onde cada uma se apregoa como a verdadeira, quantas vezes não ouvimos a boca de pregadores que o "Deus que age nesta igreja..." como se o Deus em outras denominações não fosse o mesmo. 

Pastores, (ou apóstolos, bispos ou qualquer outro título inventado) praticamente se apregoam como "pontífices" entre o povo e Deus, riscando o sacerdócio universal de todo crente, apregoam-se como portadores da verdade divina, milagreiros e profetas. 

Tudo isto acaba sendo um desserviço para o Evangelho, pois não promove a pessoa de Cristo, fomenta cristãos frágeis, dependentes da pessoa do lider, e não de Cristo. 

A mensagem de que " o importante que eu diminua e Cristo cresça", a muito foi esquecida dos "púlpitos" seja nas igrejas ou em programas televisivos, em que se gastam fortunas mais para outopromover suas igrejas e campanhas cujo o objetivo é arrecadação financeira, do que propagar a mensagem de arrependimento e salvação. 

O mais triste é que vemos muitas igrejas se contaminando com esse tipo de atitude, desde denominações mais tradicionais até comunidades recém fundadas... A praga do crescimento a qualquer custo, pode nos custar a vida eterna. 

Cristo sai de cena...............


Observamos atualmente um deslocamento da obra de Cristo. Cristo foi deslocada do centro da mensagem cristã para a periferia. A salvação, o arrependimento e a graça salvadora obtida através do sacrifício de Cristo já não é a mensagem principal. O entretenimento, o show, a mensagem de auto ajuda e a arrecadação é o centro de tais cultos. 

A epístola aos Hebreus nos mostra a superioridade de Cristo ao sistema religioso hebreu, e serve para entendermo que Cristo é superior a qualquer sistema religiosos, inclusive ao "evangélico". 

Talvez se esta obra fosse melhor estudada, compreendida e pregada nos púlpitos teríamos menos “desentendimentos” com relação a Cristo e ao sistema religioso hebraico, pois não são poucas igrejas que paulatinamente substituem a Graça pelo Sacrifício tipificando o AT.

Mas infelizmente este não é o interesse dos "lideres" de muitas igrejas, que preferem um povo "controlável", "obediente" e alienado, com pouca ou nenhuma cultura bíblica e capacidade interpretativa... 

Cordeiros dóceis na boca de lobos vorazes.... 

sábado, 22 de outubro de 2011

Leituras

Acabei de ler :



Impío, de Fábio Marton,  Ed. LeYa; 221 pg. O autor conta a história da sua "desconversão", hoje "ateu". A leitura é interessante para ver quantos descaminhos e erros que "igrejas" podem levar as pessoas, a falta de pastores capacitados para ensinar também é um grande problema que  para formar ateus... 






A Revolução dos Bichos  de George Orwell,  Ed.  Companinha das Letras, 147 pg.
Leitura maravilhosa, livro que ficou proibido muito tempo em vários países comunistas. A história fantástica faz um paralelo muito claro do que acontece em sistemas ditatoriais...  Que pode estar dentro de igrejas também. Recomento fortemente a leitura. 









 Ateísmo Cristão de Augustus Nicodemus, Ed. Mundo Cristão, 198 pg. Leitura obrigatória para quem deseja entender os grandes problemas que cercam o cristianismo contemporâneo, entrando em nossas Igrejas muitas vezes de forma sutil e enganosa.  

Bonhoeffer - Recomendo.

Para um cristianismo relevante, bons exemplos.



Segue link da página de divulgação do Livro. http://mundocristao.com.br/bonhoeffer/#
De Bonhoeffer tenho (por enquanto):
Ética da Editora Sinodal / EST (que uso partes nas aulas de ética cristã)

Resistência e Submissão da Editora Sinodal / EST

Bonhoeffer, o Mártir  da Editora Vida

Bom e esse novo que pretendo adquirir... rs

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O Problema da Inseminação Artificial



Todo casal aspira legitimamente a constituição de sua família com filhos. Poucos são os que em comum acordo optam por não ter filhos. Para o cristão isso fica ainda mais evidente, há até o incentivo para que casais cristãos tenham filhos.
Quando por problemas biológicos casais após algum tempo não conseguem engravidar, se de fato constatado a impossibilidade da gestação, uma das primeiras opções que passam pela mente destes casais e a utilização do método de inseminação artificial, porém nem todos avaliam as consequências deste método, principalmente para aqueles que professam a fé crista.
O principal problema para o cristão que pensa em recorrer a inseminação artificial está  na questão do conceito do inicio da vida, e como deve-se tratar os óvulos fecundados durante o processo de inseminação.
Se concordamos que o inicio da vida, na concepção crista, se dá quando da junção do espermatozóide com o óvulo, e a partir dai já temos um ser humano, não em potencial mas de fato, por isso inclusive sermos contra o aborto em qualquer fase do desenvolvimento do feto, temos que compreender também que todos os óvulos inseminados para posterior implantação na mulher já são seres humanos e que devem ser tratados com dignidade de tal. Em consequência deste entendimento nos deparamos com questão de que nem todos os óvulos inseminados são implantados na futura mãe, mesmo os que são implantados não são todos que vingam. Após o sucesso da fertilização, ficam no laboratório os óvulos fertilizados que não foram utilizados, e então surge a questão em que a Bioética deve se posicionar, e se for uma Bioética pelo prisma cristão ainda com mais veemência, o que fazer com os óvulos fertilizados, que estão congelados? Normalmente os mesmos ficam a disposição dos pais para uma futura utilização (implantação) claro que este armazenamento em hidrogênio liquido tem um preço a ser pago pelos que desejam manter só óvulos neste estado.
Atualmente a legislação diz que após três anos mantidos congelados os óvulos sem interesse por parte dos doadores envolvidos os mesmos podem ser descartados e utilizados para experimentos, são visados principalmente por geneticistas de olho em células tronco.
Bem o problema então e que pessoalmente não vejo diferença entre o descarte de embriões não utilizados e o aborto. Se entendermos que e errado para um, temos que entender que é errado para o outro e se entendemos ser correto para um,  em consequência deve ser correto para o outro, dai que se descartar embriões congelados é correto, a utilização da pílula do dia seguinte e do aborto também deve ser encarada por nos cristãos como corretos aos olhos de Deus também.

Pr. Roberto Rohregger

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Os Servos do Dinheiro.

Nos podemos até nos enganar, e sermos hipócritas mas a verdade é uma só, não pode-se servir a dois Senhores.
O deus deste mundo é mamon, se você está mais preocupado em juntar riquezas neste mundo, possivelmente sua eternidade vai ser muito pobre. Pense, seriamente nisto.

sábado, 8 de outubro de 2011

A Igreja vai para a rua. - Ronaldo Lindório


Acredito nesta Igreja, que se importa, que se contextualiza sem perder a essência do evangelho, que tem compaixão.... Da Igreja que não brinca de Igreja, que não quer crescer por crescer mas que tem uma visão : Proclamar a Palavra de Deus. A Igreja profética, da qual as portas do inferno não prevaleceram.
Aleluia.

Soli Deo Gloria.





 Artigo  Missões para o Século XXI clique no link abaixo:

Missões para o Século XXI



sábado, 1 de outubro de 2011

Ética Paulina : Liberdade


Para Paulo o maior ato de liberdade é poder abrir mão da própria liberdade.

Estar em Cristo é o sentido ético da vida, “Não vivo mais eu, mas Cristo vive em Mim.”

Linha argumentativa do artigo que estou escrevendo :  Liberdade com Responsabilidade -  
A ética de Paulo e o viver cristão no mundo contemporâneo.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Estou lendo.

 Leituras em andamento .....



Pensando o Futuro...

Como convencer uma sociedade que nos últimos séculos tem sido ensinada o egoismo, que agora ela deve se preocupar não somente com aqueles que estão ao seu redor hoje, mas com as gerações futuras?
Este é um trabalho difícil, e devemos começar pela desintoxicação do capitalismo.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

A isto eu chamo de civilidade....

Pena que para o Brasil isso vai demorar muito.... se um dia acontecer....
Uma cidade planejada, com cidadãos comprometidos...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Jesus Christ is Lord

Morro de medo da extrema direita americana fanática.... Misturando religião, política e messianismo...

Leonardo Boff em entrevista Rede TV

Liberdade e a construção do Futuro...


O ser humano é livre, o futuro está aberto para sua construção. Podemos entender, e devemos concluir que o ser humano é o agente da história, ou seja é através dos seus atos, políticos, científicos, sociais e intelectuais que a vida se desenrola, o ser humano é ator, não expectador seja da sua vida , seja dos caminhos que a humanidade toma, seja das conseqüências individuais de cada ato pessoal.
 Junto a esta liberdade está atrelada a ética, uma vez que o ser humano é um ser comunitário suas relações passam obrigatoriamente pela ética, diferente seria se este ser vivesse isolado do contato de outros seres, a ética nasce dos relacionamentos.
 E esta liberdade que é inerente ao homem e que tem origem divina, exige um  relacionamento ético, tanto no relacionamento com o próximo, seja na concepção de relacionamento com Deus.
 E este relacionamento tem um objetivo, uma meta, um desejo e não raras vezes conflitante, entre Deus e o ser humano. É o desejo na construção do futuro objetivado por Deus,  que se baseia este relacionamento livre, e sendo livre implica em desconhecimento deste final, não o final da história como patamar para um novo começo, mas o desconhecimento da forma como esse relacionamento irá se desenvolver.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Os Manuscritos do Mar Morto.

O Google disponibilizou nesta segunda feita os manuscritos do mar morto digitalizados, confira no vídeo abaixo, para os apaixonados por teologia, história bíblica é simplesmente fantástico:






Sou fã do Google.

Site com as informações : http://dss.collections.imj.org.il/

sábado, 24 de setembro de 2011

We Need Courage


por Leonardo Boff
One of the most important Brazilian religious figures of the XX century, Cardinal Paulo Evaristo Arns,from São Paulo, celebrated his 90th birthday this past September 14th. He was my teacher when He came back from the Sorbonne, in Agudos, Sao Paulo, when I was still wearing shorts, and after that, in Petropolis, Rio de Janeiro, when I was already a friar, professor of Liturgy and of theology of the Fathers of the Early Church. He demanded that we read them in their original languages, Greek and Latin, which instilled in me a profound love for the classics of Christian thinking. Later, he was elected auxiliary bishop of Sao Paulo. To protect him, because he defended human rights and –at the risk of his own life– denounced the torture of political prisoners in the dungeons of the organisms of repression, Pope Paul VI made him a Cardinal.
Prophetic, but as gentle as a Saint Francis, he always maintained the dimension of hope, even during the long night of the dictatorship. Everyone who saw him could hear, without fail, as I did, these firm and strong words: «courage, always forward, from hope to hope.»
Valor, or courage, it is an urgently needed virtue at present. I like to seek the deepest meaning of human values in the wisdom of the original peoples. This is why, at the Earthcharter gathering celebrated in The Hague, on June 29, 2010, where I actively participated alongside Mercedes Sosa, when she was still alive, I asked Pauline Tangiora, an old Maori woman from New Zealand, what was to her the most important virtue. To my surprise, she said: «courage». I asked her again: «why exactly courage?» She replied:
«We need courage to stand up for what is right where injustice reigns. Without courage we cannot reach the top of any mountain; without courage you can never reach the depth of your soul. To face suffering, you need courage; only with courage you can lend a hand to and lift a fallen one. We need courage to raise sons and daughters for this world. To find courage we have to unite with the Creator. It is the Creator who elicits from us the courage to struggle for justice.»
This is the courage Cardinal Arns instilled in all who strongly opposed those who stole democracy from us, and who detained, tortured and murdered, in the name of the Security of the National State (in reality, in the name of the security of capital.).
I would add: we need courage today to denounce the mirages of the neoliberal system, whose theses have been thoroughly debunked by the facts; courage to recognize that we are not headed for an encounter with global warming, but that we are already within that global warming; courage to show the causal links between the undeniable extreme events, the consequences of this global warming; courage to show that Gaia is seeking her lost equilibrium, which may result in the elimination of thousands of species and, if we are not careful, also the elimination of ours; courage to denounce the irresponsibility of those who make decisions, who still continue with the vain and dangerous objective of growth and more growth, taking from the Earth goods and services she can no longer replenish and thus weaken her, day after day; courage to recognize that the refusal to change the paradigm of the relationship between the Earth and the means of production will unfailingly lead us down a path of no return, thereby endangering our civilization; courage to undertake the option for the poor and against their poverty and in favor of life and justice, as the Church of liberation and Don Paulo Evaristo Arns do.
We need courage to say that Western Civilization is in mortal decline, unable to offer an alternative to the process of globalization; courage to recognize that the strategies of the Vatican to regain the Church’s lost visibility and credibility are illusory, and that the media-churches are reducing the message of Jesus to a cheap sedative to banish the realities of the poor from their consciences, in a shameless process of childishness of the faithful; courage to declare that a humanity that had come to see God in the universe, the carrier of conscience and responsibility, can still rescue the vitality of Mother Earth and save our essay of civilization; courage to affirm that, taking everything together, life has a greater future that death, and that a small ray of light is more potent than all the obscurity of a dark night.
To declare and to denounce all this, as Cardinal Arns and Indigenous Maori Pauline Tangiori did, we need courage… Lots of courage.

"Lendo" Caravaggio

Em uma manhã de sábado em que não estou com a mínima vontade de seguir meus compromissos (estudar e fazer as atividades do módulo da pós, por exemplo) , resolvi flanar levemente ouvindo música e aleatoriamente pequei um livro da minha estante de obras sobre arte, e o acaso me brindou com o volume da coleção da Folha "Grandes Mestres da Pintura" sobre Caravaggio. 


Homem fruto de sua época, de grandes confrontos religiosos (a contra-reforma estava a todo vapor) Caravaggio teve a coragem de impor sua obra, mesmo a contra gosto de alguns religioso que viam em suas pinturas uma mundanização do sagrado. 

Ao observarmos com mais detalhes algumas de suas obras, vemos um olhar profundo sobre o ser humano, uma vivência entre aqueles em que a deusa fortuna não se fez presente, o traço marcante dos retratos que Caravaggio compôs em muitos casos a essência contrastante do ser humano, o indivíduo entre o humano e o divino. Não há como olhar seus quadros de forma insensível, Caravaggio consegue fazer com que haja uma transferência do sentimento representado no quadro para o observador, e isto vai além da estética. 

Para quem deseja conhecer um pouco mais sobre este grande mestre da pintura : 


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Bento XVI e os protestantes....

Um passo tímido, mas um passo...



Uma maior integração entre a Igreja Católica e Protestante passa por uma série de questões que tem de ser levadas em conta... não é algo simples.