domingo, 23 de outubro de 2011

Líderes, ídolos de carne e osso....



O que vemos hoje não são mais igrejas fundadas em torno de Cristo, mas sim oriundas de um lider carismático, nós evangélicos criticamos a idolatria a ídolos de pedra, porém criamos para nós ídolos de carne e osso, não sei de fato o que é pior.

Infelizmente observamos uma "guerra" entre igrejas onde cada uma se apregoa como a verdadeira, quantas vezes não ouvimos a boca de pregadores que o "Deus que age nesta igreja..." como se o Deus em outras denominações não fosse o mesmo. 

Pastores, (ou apóstolos, bispos ou qualquer outro título inventado) praticamente se apregoam como "pontífices" entre o povo e Deus, riscando o sacerdócio universal de todo crente, apregoam-se como portadores da verdade divina, milagreiros e profetas. 

Tudo isto acaba sendo um desserviço para o Evangelho, pois não promove a pessoa de Cristo, fomenta cristãos frágeis, dependentes da pessoa do lider, e não de Cristo. 

A mensagem de que " o importante que eu diminua e Cristo cresça", a muito foi esquecida dos "púlpitos" seja nas igrejas ou em programas televisivos, em que se gastam fortunas mais para outopromover suas igrejas e campanhas cujo o objetivo é arrecadação financeira, do que propagar a mensagem de arrependimento e salvação. 

O mais triste é que vemos muitas igrejas se contaminando com esse tipo de atitude, desde denominações mais tradicionais até comunidades recém fundadas... A praga do crescimento a qualquer custo, pode nos custar a vida eterna. 

Nenhum comentário: