domingo, 21 de junho de 2009

Do Arquivo - Paramos de Pensar........

É incrível, mas parece que os evangélicos estão cada vez pensando menos..., contentam-se com cultos vazios, e com palavras sem profundidade....
Isto faz-me pensar, como é fácil manipular o povo, basta uma série de chavões, um pouco de gritos, apelar para milagres e garantir que Deus lhes dará vitória...
Então penso... para que gastar horas (muuuiiitas horas) com exegese, hermenêutica, buscar a contextualização correta do texto, travar um diálogo com a filosofia, sociologia e demais ciências, procurar temas relevantes, meditar sobre as necessidades da Igreja, buscar relevância naquilo que estarei servindo para a glória de Deus, se basta um prato de sopa rala "enganar" a fome da Palavra?

Vivemos na era da irrelevância, quanto mas mediocre o texto, quanto menos exigir dos pobres cérebros, quanto menos mexer com consciências inativas melhor...

Salve o lugar comum, salve o texto fora do contexto, salve os sermões que não levam a lugar nenhum, salve a pasmaceira. Eis o quadro da Igreja moderna....

-------------

O grande problema que vejo pensando novamente nesta situação é que a sociedade, e as ciências estão ficando cada vez mais complexas, mas ao mesmo tempo as pessoas estão cada vez mais superficiais.

Para onde estaremos caminhando?

domingo, 7 de junho de 2009

Para ficar mais claro....

As vezes é bom relembrar:

Igreja não é igual a Deus!

A frase "Fora da Igreja não há salvação" é falsa !

Não necessariamente o pastor é mais "espiritual" que os membros.

O pastor não é o intercessor entre o povo e Deus.

O ser humano não foi criado unicamente para adorar a Deus, mas para relacionar-se com Ele!

Igreja reformada deve sempre procurar se reformar...

Leituras III


Muitas leituras e atividades não tem deixado tempo para escrever com mais frequência no blog. Espero que nos próximos dias consiga um pouco de tempo para dedicar a este espaço pelo qual tenho um carinho especial. Pretendo continuar com as reflexões com relação à Igreja ou melhor à eclésia, em um novo formato. Estive pensando como deveria ser na prática a liturgia, ou melhor um novo modelo de liturgia e até no formato e estrutura da novo eclésia, para ser mais participativa e voltada ao aprendizado participativo a mobiliário deverá ser de fácil formatações, para trabalhar com grupos de discussão, ou plenárias mais ativas, ou seja os grandes bancos pesados e fixos deixam de existir, simples cadeiras também não atendem este formato... Mas esse layout e formatação da liturgia fica para o próximo post. Caro leitor se tiver uma sugestão ou critica a estas divagações com relação a igreja, não deixe de comentar.

Bem, esta semana li mais uma pequena obra de Rodolf Bultmann, "Milagre", onde o teólogo faz uma análise da questão do milagre no Novo Testamento. Muito interessante a sua definição de milagre em duas categorias o Mirakel, e o Wunder. Apesar de fino o livro é denso, com tefinições de conceitos muito profundos.