sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

A publicação do Mein Kampf



Volto a afirmar que acho um erro a simples proibição da impressão do Mein Kampf, e explico: Primeiro, este material é facilmente encontrado na internet, na conhecida da grande maioria, imagina na Deep Web, logo está se proibindo a publicação de um material que se obtém facilmente de graça. 
Segundo dada a inutilidade da proibição apenas serve para aqueles que curiosos pela polêmica ou simpatizantes busquem estas fontes alternativas, ou seja, instigou-se a procura pelo livro. 
Terceiro, seria muito mais inteligente (palavra está praticamente incompreensível por grande parte da atual sociedade...) vincular a publicação do livro à edição crítica, isto é, apenas poderia ser publicado o material com a critica histórica/filosófica sobre o material. Isto de fato seria uma grande diferença e de grade utilidade, pois possibilitaria um estudo critico às ideias deturpadas deste sujeito, que poderia desconstruir muitos discursos raciais. Infelizmente a falta de lucidez de muitos juízes somente nos mostra quão distante estamos de uma sociedade que prima pelo conhecimento. 

Nenhum comentário: