sábado, 7 de fevereiro de 2009

Deus não é Gospel II


Quando fui tocado por uma profunda e inesquecível experiência espiritual, Jesus estendeu a mão para mim em um momento muito difícil da minha vida, não fez exigências, tampouco apontou acusadoramente para mim todos os meus grandes erros e falhas, apenas estendeu a mão com amor e acolheu-me. Foi a melhor e mais significativo contato com Deus. Após aceitar "oficialmente" a Jesus na igreja, comecei a participar dos cultos e tudo era novidade e muito bom. Em um determinado momento a igreja foi ministrada por um pastor de fora, daqueles "famosos" e ele revelou o grande problema com relação às músicas seculares, Watt Disney, Turma da Mônica, objetos que poderíamos ter em casa e outras coisitas mais... Fui envolvido por estes conceitos e queimei minha coleção de LP's... perdi algumas preciosidades naquele ato... alguns livros também foram lançados fora.... por sorte, ou porque talvez a convicção naquelas palavras não estavam assim tão fortes, ou porque talvez a cultura juizante daquele ministro não chegava até Dostoievski a minha biblioteca foi salva.

Hoje recupero alguns daqueles LP's, não mais em vinil mas em MP3, sei plenamente que não existe uma separação entre musica santa e profana, existe boa música e música de péssima qualidade, existe musica gospel que não fala nada de Deus e louva mais o homem do que Jesus e existe musica "secular" que é um verdadeiro salmo de louvor.

Quando aceitei a Cristo Ele não me fez nenhuma exigência, apenas me acolheu e encheu o meu coração de Paz, o homem ao contrário encheu meu coração de dúvidas e intransigências.

Mas hoje posso dizer que reencontrei-me com Jesus, com a cultura e com tudo aquilo que é bom, agradável e justo, o evangelho é integral, vivamos integralmente.

Nenhum comentário: