domingo, 25 de outubro de 2009

Deus é amor.

1 João 4:16

“E nós mesmos conhecemos o amor que Deus tem por nós e cremos nesse amor. Deus é amor. Aquele que vive no amor vive unido com Deus, e Deus vive unido com ele.”

Neste simples versículo João nos traz algumas afirmações:

A primeira é : “E nós mesmos conhecemos o amor que Deus tem por nós e cremos nesse amor.”

De que maneira conhecemos o amor que Deus tem por nós?

Sabemos do amor de Deus (Cristo na cruz) – mas conhecemos?

Porque Deus nos ama incondicionalmente. Deus não nos ama porque somos bonitos, brancos ou negros, ricos ou pobres, intelectuais ou simples.

Deus não me ama pelo tempo que me dedico a Ele, Nem porque sou santo ou procuro a santidade ou sou pecador.

Deus nos ama simplesmente por aquilo que somos,

Deus nunca se afasta de nós, mas nos podemos nos afastar de Deus.

Deus conhece todas as nossas mazelas, todos os nossos cantos escuros, e sabe mais sobre nós do que nós mesmos. Deus conhece aquela dor que você tem, aquela que muitas vezes ninguém mais sabe.

Até que ponto nos conhecemos o amor de Deus por nós?

As vezes, nos não conseguimos entender o amor de Deus, porque não conseguimos nos amar. Olhamos para nos mesmo e dizemos inconscientemente como Deus pode me amar?

Deus nos ama e conhece o que nos somos em potencial.

Até que ponto nos vemos como somos para Deus?

Muitas vezes questionamos você crê em Deus? E esquecemos que em primeiro lugar Deus crê em nós.

Deus crê que você pode mudar, que quer mudar.

A segunda afirmação é :

Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.

Estar em Deus é estar em amor.

Se eu tenho uma visão deturpada do amor de Deus, não vou conseguir de fato estar em Deus.

Não vou conseguir expressar o amor de Deus.

Não vou conseguir me enxergar pela visão do amor de Deus.

Quando Jesus resumiu os mandamentos em Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, estava alertando questão da grande jornada do cristianismo.

Só consigo amar a Deus se entender o amor de Deus por mim, e o conhecimento deste amor pode fazer com que eu me ame e somente assim amar ao meu próximo.

Mas o amor que Deus fala aqui não se trata de um amor egoísta por mim mesmo, isso não é amor.

Para de fato conseguir me amar, tenho que primeiro me conhecer, e reconhecer quem eu sou:

Orgulhoso? Prepotente? Arrogante? Enganador? Carente? Baixo amor-próprio,? Quais falhas tenho que muitas vezes pretendo esconder de mim mesmo? Muitas vezes a falta de me conhecer impede-me de ser sincero e de estar disposto a amar verdadeiramente.

Temos que entender que a caminhada cristã não é para sermos mais ricos ou abençoados ou prósperos, a caminhada no cristianismo é para fazermos de nós pessoas melhores.

Por ultimo o amor tem que ser expressado!, Cabe a nós expressarmos o amor de Deus.

Nenhum comentário: