segunda-feira, 11 de julho de 2011

A Nova Idade das Trevas

Estamos caminhando a passos ligeiros para uma era mais obscura que a idade das trevas.... e o mais incrível não é a falta de informação, mas o contrário a grande quantidade de informações que temos e que esta fazendo com que todos fiquem tão superficiais e obtusos que não se conseguem atingir a profundidade de tudo que está acontecendo ao nosso redor... 

Indivíduos que mal conseguem dirigir respeitando as mais básicas regras de trânsito tentando discutir filosofia e literatura, criticando grandes autores sem terem conseguido ler alguma obra completa. 

Analfabetos funcionais escrevendo trabalhos acadêmicos que nada mais são do que fragmentos de textos encontrados na internet costurados displicentemente, uma vez que o autor sequer se deu o trabalho de ler o que copiou.... 

Nas empresas o conhecimento e o bom senso são substituídos por metas que deve se chegar a qualquer preço, mesmo que seja o da sustentabilidade da própria empresa, mas que vai servir para encher o bolso de algum executivo que vai mostrar seus "bons" resultados para uma diretoria gananciosa que não vê mais nada a não ser o lucro imediato e cada vez mais exorbitante....

A mediocridade é a eleita como a grande parceira da vida aliada da política. 

Hoje pouco importa sua capacidade, mas sim sua rede de relacionamentos, se você consegue "puxar o saco" da pessoa certa pode ter um bom futuro na "firma", isso vale para qualquer tipo de organização, seja empresaria, educacional ou eclesiástica.

A mediocridade tem medo da inteligência e em um mundo que cada vez mais a primeira cresce em detrimento da segunda, estamos em bom português "ferrados"....

Nesta nova e brilhante idade das trevas quero um mosteiro distante  para me esconder..... 

4 comentários:

Lasombra Ribeiro disse...

Você simplesmente resumiu todos os meus sentimentos da última semana.

De fato está tudo do avesso e coitado de quem "é" de verdade pois estão sendo substituidos pelos que "parecem" ser.

Excelente!

Raphael Sens disse...

Oopa...

acabei de acordar e tava passeando pelos blogs que sigo ai..
texto mto bom, acho que vc tem futuro.. hahaha...

cara.. tá difícil a vida, acordando 11 horas tdo dia, ficando de pijama, mas vamos levando do jeito que dá né.. huauha..

Abraço.

Carol Bonando disse...

O bom do seu blog, que acabei de encontrar por acaso, é que fala a mesma língua que eu e dos blogs que me visitam.
Todo mundo parece que resolveu falar do amor, e das coisas essenciais da vida... mas veja, se é uma moda, vai passar. E isso me dá mais medo ainda, me dá mais medo das pessoas que amam por moda do que aquelas que nem sabem o que é o amor.
Gostei da sua reflexão no blog!

Roberto Rohregger disse...

Lasonbra, obrigado pela visita e vamos ver se as coisas mudam um pouco, apesar de tudo apontar para que não mude muito...

Hoooo Raphel, obrigado... Vida Boa heim??? aproveite bem....mas vê se troca o pijama pelo menos rsrsr

Carol, valeu pela visita e pelos comentários... concordo com você... o amor, assim como tantas coisas, ficou banalizado...