segunda-feira, 18 de julho de 2011

Papel da teologia é contribuir com um mundo mais humano


"O papel da teologia é contribuir para que o mundo que está gerando a ciência seja mais humano”, afirmou o físico Francisco Claro durante um painel conjunto com o teólogo Sergio Silva, no marco das Jornadas Teológicas do Cone Sul e Brasil em desenvolvimento na Universidade Católica Silva Henríquez, em Santiago, Chile.
"A sociedade atual está centrada na inovação e no conhecimento. A ciência é um dado base do modelo de desenvolvimento e é muito relevante na vida cotidiana das pessoas. Hoje as percepções não baseadas na ciência perdem terreno”, indicou o científico, atual decano da faculdade de educação da Universidade Católica do Chile.
A seu juízo, aos eixos da teologia, que são a pobreza, a justiça e a equidade, deveria acrescentar-se o eixo das ciências do conhecimento.
"O desafio dos teólogos é humanizar o mundo que parece ancorado a uma realidade fria”, acrescentou Claro, para quem o principal na ciência é "conhecer a verdade e aplicá-la para enriquecer a vida das pessoas”.
Claro exortou a dedicar muitas mentes às ciências sociais e indicou que, em seu caso pessoal, "a ciência aumenta minha admiração pela realidade. Minha metafísica incorpora a Deus como um criador”.
Segundo Claro, a sociedade atual está enfrentando "um verdadeiro redemoinho de criação tecnológica do qual não podemos nos salvar... está tudo enlaçado... verdade e produto”.
O científico, no entanto, advertiu que os supostos com que a ciência trabalha podem ser falsos e, por isso, o trabalho científico requer "um gesto de humildade frente à verdade”.
"A ciência não pode demonstrar a existência de Deus... mas a ciência nos diz que Deus é plausível”, concluiu.
Por Orlando Milesi, jornalista da Agência ANSA
Fonte : Adital

Nenhum comentário: