sábado, 17 de setembro de 2011

Eu sei, mas não devia, e não devo....


Creio que não ficar conformado com as coisas como elas são, por mais que a grande parte das pessoas digam que “é assim mesmo..,”. Vejo muitas pessoas que questionam a letargia das outras pessoas, mas quando é consigo mesmo mudam de opinião na hora, é o famoso dois pesos para duas medidas.... Tenho pensado muito nisso nos últimos meses, e entendo que o primeiro passo é sair da “zona de conforto”, e isto significa assumir alguns riscos, mas na verdade não dá para crer em Deus sem assumir riscos.

É muito mais confortante deixar tudo como está, seguir o fluxo e ver até onde isso pode nos levar, mas isso representa também deixar a oportunidade de levar uma vida significante, para consigo mesmo e para as outras pessoas.

Está mais do que na hora de sair deste conformismo, não aceitar as coisas como são simplesmente porque sempre foram assim.

Algo que tenho aprendido e que tenho apreendido é que sou o grande responsável pela minha vida e pela forma como a conduzo.  Não dá para ficar pondo a culpa “no sistema”, se não levantar e me posicionar eu também contribuo para este sistema. 




Nenhum comentário: